Homem que deu 15 facadas na ex-mulher e depois tentou se matar é julgado em Cruzeiro do Sul - Giro Feijó

Post Top Ad

Responsive Ads Here
Homem que deu 15 facadas na ex-mulher e depois tentou se matar é julgado em Cruzeiro do Sul

Homem que deu 15 facadas na ex-mulher e depois tentou se matar é julgado em Cruzeiro do Sul

Share This
Justiça iniciou um mutirão nesta quarta-feira (22) para julgar 132 processos de feminicídio em Cruzeiro do Sul. Um dos julgamentos é o de Josimar da Silva Souza, de 35 anos, acusado de dar 15 facadas na ex-mulher, Maria Aucilene Ramalho, 45, em julho deste ano.
Depois de cometer o crime, o homem também tentou se matar com um tiro na cabeça que pegou de raspão. Após ser atendido, ele foi levado ao presídio Manoel Neri. Já a mulher, passou alguns dias internada no Hospital do Juruá até receber alta.
A promotora de Justiça Manuela Canuto qualifica a tentativa de homicídio como crime hediondo e qualificado. “Ele tentou matá-la com várias facadas, o que evidencia a cultura da nossa sociedade, onde o machismo prevalece. A mulher não tem, muitas vezes, a liberdade de se desvencilhar do laço afetivo”, enfatizou.
O advogado do acusado, Aroldo Lima, disse que a linha de defesa segue em sigilo, mas que é um processo necessário para apurar todos os fatos.
“Nós fazemos a defesa para dar o ponto de vista dele e detalhes do processo que militam em seu favor”, limitou-se a dizer.
O caso faz parte de uma série de processos de crimes contra a mulher que estão acontecendo na IX Semana da Paz no Lar, que promove atividades voltadas à pacificação nos lares e diminuição dos crimes contra mulheres.
Homem está sendo julgado durant mutirão da Justiça em Cruzeiro do Sul  (Foto: Alexandre Ribeiro/Arquivo pessoal )
A Justiça quer julgar 132 processos de violência contra a mulher até sexta-feira (24). O juiz da Vara de Violência Doméstica, Marlom Machado, disse que há cerca de mil processos de violência doméstica na região.
“É uma Vara sensível. Nós temos um volume grande de processos e temos que dar uma atenção especial a esses casos”, finaliza.
fonte  g1.globo.com

Videos

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here

Pages